quarta-feira, 31 de março de 2010

Viva o Dourado??


Introdução:
Um dia um burro precisou atravessar uma floresta virgem para voltar ao seu pasto.
Sendo um animal irracional, abriu uma tortuosa trilha, cheia de curvas, subindo e descendo colinas...
No dia seguinte, outro animal que passava por ali, usou a mesma trilha torta para atravessar a floresta.
Depois foi a vez do carneiro, líder de um rebanho, que fez seus companheiros seguirem pela trilha torta.
Mais tarde, os homens começaram a usar esse caminho: entravam e saiam, viravam à direita, à esquerda, reclamando (até com um pouco de razão...) mas não faziam nada para mudar a trilha.
Depois de tanto uso, a trilha acabou virando estradinha onde os pobres animais se cansavam sob cargas pesadas, sendo obrigados a percorrer em 3 horas a distância que poderia ser vencida em no máximo, uma hora...
Muitos anos se passaram e a estradinha tornou-se a rua principal de um vilarejo.
Posteriormente, a avenida principal da cidade.
Logo a avenida transformou-se no centro de uma grande metrópole e por ela passaram a transitar diariamente milhares de pessoas, seguindo a mesma trilha torta feita pelo burro, centenas de anos antes.
E a velha floresta, do alto de sua sabedoria, ria daquelas pessoas que percorriam a trilha como se fosse a única escolha... sem se atrever a mudá-la.

Os homens têm a tendência de seguir, como cegos, por trilhas feitas por outros, muitas vezes inexperientes, e se esforçam a repetir o que os outros já fizeram.



Ao entrar na Internet hoje, ainda na madruga, dei de cara com o feiozão do Dourado!
Vencedor do BBB...
Fiquei muito feliz, não porque tenha assistido um dia o tal do BBB, mas simplesmente porque acabou!

Não se pode negar o sucesso do BBB...
Milhões e milhões de votos, fã-clubes, torcidas, um fenômeno!

Mas o que leva alguém a perder tempo diante da TV, assistindo um teatro sem roteiros, protagonizado na maioria das vezes por gente medíocre!
Um jogo que você participa e quem ganha é outro!
Não consigo explicação...

Será que está tudo baseado no tal do "circo e pão para o povo"?

Então o BBB é um moderno Coliseu, onde os verdadeiros sacrificados são os neurônios de quem assiste!


Será que é uma grande fuga da realidade medíocre que essa "Geração X", que não possui bandeiras, não luta por ideais e não tem ídolos usa para suportar o fardo do cotidiano sem ideologia?

Então o BBB é uma droga pior que o crack, pois os traficantes não são marginais e a droga aliena e destrói famílias inteiras, desde o avô até o netinho, que nem sabe falar o nome do pai, mas balbucia "Dourado"...



Não vejo culpa na Globo, tanto ela como as outras emissoras só dão o que o povo pede!



Mas porque estamos pedindo isso?
Porque perdemos nosso tempo com essas coisas?
Será que a vida é tão longa que podemos nos dar ao luxo de perder três meses em média por ano, discutindo quem vai ficar milionário sem motivo?

Será que ninguém percebe que se pudéssemos jogar uma gigantesca tenda sobre nossa nação, estaríamos em um grande circo, no qual nós somos os palhaços, e se a cercássemos estaríamos em um grande manicômio, no qual nós somos os psicopatas!!??




Mas não esquenta...

Acorde,
Tome seu café puro, separe o dinheiro da passagem e entre no busão lotado com um sorriso, feliz porque o Dourado ficou milionário, você é normal, eu é que sou o diferente!



Share/Bookmark
Não serão publicados comentários anônimos, nem ofensivos! Se quiser comentar, mostre sua cara, seja educado e coerente!!

14 comentários:

Cláu Gimenes disse...

Excelente!!!
Pior que deve msm ter gente comemorando o fato de o Dourado ter ficado milionário e por ter dado 'a volta por cima' nesta edição, assim como deve haver gente com o fígado estragado achando a tal vitória injusta por ele já ter participado do programa antes!!!
E são pessoas que não ganham nada!!! Perdem $$$ suado ligando para votar...
Vai entender!!!
Este é o poder da comunicação de massa alienante!

Tenham uma excelente e abençoada quarta!!!

Ana Beatriz Cintra disse...

Assistem o BBB pela mesma razão q milhares de pessoas assistem à filmes e novelas. E filmes e novelas estão ainda mais distantes da realidade do q os realitys.
Quer uma hipotese?
Assistem e torcem pela identificação dos personagens, pela defesa de uma ideologia do modo de agir e por se sentirem participantes, autores, quase criadores do destino de alguem. Talvez por isso faça tanto sucesso, mesmo não ganhando nada com esse "circo humano" muitos votam e assistem.
Desarme-se!!! Vivemos num reino de todas as possibilidades, no qual o que parece pode não ser apenas o que se apresenta. Como Platão dizia: "Tudo é bom, o mal não existe".

Beto Fera disse...

Valeu Cláu...sempre participando...legal!

Beto Fera disse...

Ana, olhe seu contra-cheque no final do mês, preocupe-se realmente com o que importa e que está acontecendo nesse instante na sua cidade e repita como um mantra:
"Platão disse: Tudo é bom, o mal não exisste!"

E Viva o BBB e o mais novo milionario do país!

Obrigado pela participação!

Girlady Bouvier disse...

Exatamente o que eu penso. Mais um que ficou rico as custas do povo, com votos avulsos de pessoas que não pensam com os próprios cérebros e pouco se importam com prioridades, vivendo num mundinho falso criado por uma mídia. onde eu vi isso antes? ah, claro: nas eleições!

Os reality shows no brasil não são feitos para entreter, e sim para alienar, assim como a televisão no celeiro da fazenda em 'a revolução dos bichos'.

Anônimo disse...

Não ví um único capítulo dessa palhaçada nos últimos 3 anos, prefiro não comentar sem conhecimento de causa, ou seja, com sorte nunca vou comentar sobre o assunto BBB. minha dica é que quem assiste a essa bosta faça o mesmo e desligue sua tv! esse programa de burratização em massa não faz bem!

Abraços
Mataboi

Beto Fera disse...

Devido aos inúmeros ataques anônimos dos fãs do Dourado e da alienação chamada BBB, só vou postar comentários identificados e com argumentos!
Não adianta me chamar de feio...
Isso não muda nada!
Já esperava esse tipo de linchamento...
Só espero que quando vc encontrar o Dourado por aí, com o bolso recheado, e lhe pedir um autógrafo ele pelo menos te atenda e não mande algum segurança dele te dar um corretivo, por ter votado e torcido por ele!

Beto Fera disse...

"Posso não concordar com uma palavra tua, mas lutarei até a morte para que você tenha o direito de dizê-la - Voltaire"

Ely disse...

O único BBB que assisti foi o primeiro, depois disso não perco meu tempo. Vi o primeiro porque era novidade e nós gostamos de novidades, mas quando vi que era tudo armação, eu deixei essa falsidade de lado para os normais, e Beto, você não está sozinho, eu também sou diferente. Prefiro viver uma realidade e tentar mudá-la (sim, eu tento),do que ficar torcendo para um "dourado" ficar milionário como você mesmo disse: Sem motivo algum!

Anônimo disse...

Assisti a primeira edição por curiosidade em saber como seria colocada em prática a questão do confinamento somada ao panoptismo, como isso afetaria as pessoas, dentro e fora do programa, e seus psicológicos. Porém, ao notar que os selecionados para a experiência eram minuciosamente escolhidos para torná-la um verdadeiro circo com discussões supérfluas, músculos e glúteos, achei que era hora de parar com tais disparates, mas sinto-me na obrigação de concordar com o fato de que nossos "formadores de opinião" apenas fornecem aquilo que as "massas" desejam, todavia precisamos questionar por que o público anseia por esse tipo de coisa? Quem forneceu a primeira amostra para que então se viciassem? Ainda não sei se o ser humano é sádico por natureza ou se fomos educados para isso...

O Blog do seu PC disse...

Ótimo texto, dá até uma certa inveja, branca é claro. Há textos que a gente ao ler gostaria de ter escrito, é o caso do seu, assim com os de Graciliano Ramos, Carlos Heitor Cony... também as letras das músicas escrita por Renato Russo. Devo ter gostado tanto texto justamente por ser o que penso do BBB e seja a melhore avaliação que já li dada á ele. Parabéns!

Anônimo disse...

Perfeito seu texto, parabéns!!! Concordo plenamente com você.

Laila Araujo disse...

Tio, não é a toa que me encho de orgulho do senhor. Texto simplesmente... PERFEITO!
Como já lhe disse uma vez, confesso que não me surpeendo, pois vindo do senhor, eu não posso, e nem espero nada do que o melhor.
Concordo com cada palavra, literalmente, sem tirar ou, muito menos, pôr. Pois, assim como o senhor, sou mais uma "diferente". Acredito que melhor que ser normal, é ser único. Ser capaz de, em meio a uma massa, reconhecer a ignorância vivida pelo povo, o qual se alimenta de coisas cada vez mais sem essência alguma.
É necessário muito, muito mais para se ter a coragem e a ousadia de ser diferente do todo que se diz normal.
PARABÉNS!!!
Grande beijo.
"Esse"? É MEU TIO!!!

Laila Araujo disse...

Tio, não é à toa que me encho de orgulho do senhor. Texto simplesmente PERFEITO!
Como já lhe disse uma vez, confesso que não me surpeendo, pois vindo do senhor, eu não posso e nem espero nada do que o melhor.
Concordo com cada palavra, literalmente, sem tirar ou, muito menos, pôr. Pois, assim como o senhor, sou mais uma "diferente". Acredito que melhor que ser normal, é ser único. Ser capaz de, em meio a uma massa, reconhecer a ignorância vivida pelo povo, o qual se alimenta de coisas cada vez mais sem essência alguma.
É necessário muito, muito mais para se ter a coragem e a ousadia de ser diferente do todo que se diz normal.
PARABÉNS!!!
Grande beijo.
"Esse"? É MEU TIO!!!

Postar um comentário