sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Microfone "aberto" mostra o lado preconceituoso de Boris Casoy


O talentoso jornalista, último dos cinco filhos de imigrantes judeus russos que chegaram ao Brasil em 1928, adquiriu poliomielite ao completar um ano de vida, junto com sua irmã gêmea. Na época não existia vacina. A doença deixou seqüelas físicas, mas a marca maior foi a psicológica, gerada pela discriminação na infância.

E parece que ele infelizmente aprendeu também a discriminar!


Durante a apresentação do Jornal da Band  em 31 de dezembro de 2009, juntamente com Joelmir Betting, sem perceber que o microfone continuava ligado, Boris Casoy teceu comentários inaceitáveis acerca da dupla de garis que desejava a todos, inclusive aos dois, um feliz 2010.

Para completar, a colega dos dois âncoras da Band, Millena Machado, também não deixou de dar sua risadinha, que pode ser ouvida também.






Depois da besteira, com medo da repercussão, com "cara de mamãe quebrei o vaso", Boris pediu descupas pela sua baixeza!





Isso é uma vergonha!


Share/Bookmark
Não serão publicados comentários anônimos, nem ofensivos! Se quiser comentar, mostre sua cara, seja educado e coerente!!

4 comentários:

Anônimo disse...

Lamentável... Não há como se desculpar... Ainda mais patético quando vem de um jornalista, de alguém que deveria defender a liberdade e a igualdade.


www.virgomundo.blogspot.com

roberto disse...

OS MAIS BAIXOS DA ESCALA DO TRABALHO???
COM CERTEZA EU VIVO MUITO BEM SEM O BORIS NA TV MAS NÃO CONSEGURIA VIVER BEM SEM OS LIXEIROS QUE RECOLHEM O LIXO DA MINHA PORTA TODOS OS DIAS COM TODA DIGNIDADE...
QUEM SERIA O MAIS DISPENSÁVEL NA ESCALA DE TRABALHO ???????

Anônimo disse...

fiquei indignada com esta discriminação, concordo com o Roberto. Prefiro viver com a presença abençoada dos garis.
Claudia

Luis disse...

Meeu não adianta pedir desculpas se sabemos que essas desculpas só foram pra manter o status do jornal, porque ele disse e de repene se arrepende? Deve ter levado bronquinha do chefe ¬¬ ESTOU INDIGNADO COM O QUE ELE FEZ, UMA VERGONHA BÓRIS, DESCULPAS NÃO CONSERTAM O QUE VOCE DISSE, E CONCORDO PLENAMENTE COM O QUE O ROBERTO DISSE. VIVER SEM SANEAMENTO NÕ DÁ MAIS ASSISTIR TV, COMPARADO A HIGINE É UMA MERA FUTILIDADE!

Postar um comentário